Bem-vindo, use nossas ferramentas de acessibilidade.
C C C C
A- A+
Por aí. /Folhetim.

A arte que se transforma mesmo em tempos sombrios

Mesmo durante a pandemia de COVID-19, a arte se faz presente em todos os aspectos possíveis

3 de abril de 2021
A arte que se transforma mesmo em tempos sombrios

Imagem de Stefan Keller por Pixabay

A Esperança não murcha, ela não cansa,
Também como ela não sucumbe a Crença,
Vão-se sonhos nas asas da Descrença,
Voltam sonhos nas asas da Esperança. – Augusto dos Anjos

Mesmo durante a pandemia de COVID-19, muitos não deixam de produzir: literatura, música e transformismo estão dentro disto. Até mesmo o meio geek e meio cosplay está movimentando bastante no mundo virtual e gerando muita animação, o que mostra que nem sempre precisamos sair de casa interagir com novas pessoas, apoiar projetos e nos distrairmos com coisas boas.

Eventos geek e mesas redondas sobre a Arte Drag em formato virtual estão ocorrendo há meses, e aqui no Antes do Ponto Final até foram feitas as divulgações e resumos.

Agora, vou divulgar trabalhos mais recentes de alguns artistas.

David Gomes e a drag queer Dite Bovery

David Gomes é um artista de Cabo Frio, Rio de Janeiro. Tornou-se drag queer há cerca de dois anos e já realizou apresentações, inclusive em eventos geeks da região. Antes de realizar mais apresentações, veio a pandemia de COVID-19. No momento, David está apenas estudando e pesquisando: está melhorando suas maquiagens, figurinos e edições de imagem. Fez uma performance na quarentena, que publicou em seu Instagram e YouTube:

 

Para o blog A Arte Drag em Goiás, já foi publicado a entrevista com Dite Bowery e também a matéria “David Gomes, o escritor e artista por trás da drag queer Dite Bowery“. Além de drag,  David Gomes é escritor, autor da obra ficcional de fantasia e horror Cidadolls e do conto Nosferina, conto vencedor do Caveira Dourada 2020.

Adquira o livro Cidadolls pela Amazon: https://www.amazon.com.br/Cidadolls-Larissa-Gomes-ebook/dp/B07L2LMY7W

Adquira o livro Cidadolls pelo Clube dos autores: https://clubedeautores.com.br/livro/cidadolls

Adquira o livro Cidadolls pela Editora Medusa: https://www.editoramedusa.com/cidadolls-volume-1

Adquira o conto Nosferina pela Editora Medusa: https://www.editoramedusa.com/product-page/conto-nosferina

Neste período de COVID-19, David fica em casa, trabalhando na obra de fantasia O conto de Dreamare – A jornada do Apanhador de sonhos, e é acessar aqui para ler gratuitamente no Wattpad.

David Gomes já participou de uma matéria anterior no Antes do Ponto Final: 4 escritores da Nova Era

O acompanhem no Instagram: @theweirdalien

Rômulo Vaz e a condessa Valéria Vaz

Rômulo Vaz é filósofo e ator goiano, criador dos grupos artísticos Damas e Cavalheiros de Época e Drags Boulevard e coordenador do Teatro da Solidão Solidária em Goiás. O ator também está no cenário drag há cerca de 11 anos, com sua persona drag é Condessa Valéria Vaz. O artista está sempre aparecendo em projetos culturais e em projetos de auxílio às pessoas de rua.

Um de seus mais recentes projetos foi a Roda de Conversa: Arte Drag na pandemia e queens como agentes de conscientização.

O artista também participou do projeto cultural de apoio aos Antiquários de Goiânia, juntamente ao grupo artístico Damas e Cavalheiros de Época. Com este projeto, foram realizadas entrevistas com os donos de antiquários de Goiânia.

O ator Rômulo Vaz, no Antiquário e Brechó Goiano. Ao fundo, aparece quadros, móveis e outros itens do antiquário.

O ator Rômulo Vaz, no Antiquário e Brechó Goiano.

Muitos projetos, não é? E ainda tem mais!

Condessa Valéria Vaz realizou várias lives, que são produções audiovisuais gravadas ao vivo por meio da plataforma Instagram (perfil: @dragsboulevard), promovendo interações com artistas, atores, diretores e pessoas de diversas áreas de atuação dentro da cultura.

Enfim que foi realizado um especial promovido pela Secretaria de Cultura de Goiânia através de projeto aprovado e fomentado pela Lei Aldir Blanc:

 

Anteriormente, o ator foi entrevistado para a matéria A Arte Drag em Goiás, aqui no Antes do Ponto Final. Rômulo também realizou, em parceria com a UFG, a Mesa Redonda Sobre Vivências e Performances Drag.

 

Gildecy Rachel

Gildecy é o talento em pessoa: é ator e cosplayer profissional, músico e membro integrante da banda Tubarões Urbanos e modelo da Skulls, Flowers & Tattoos. Seu Instagram é @gildecy_rachel_oficial e seu Tik Tok é @gildecy_rachel. Gildecy está sempre concorrendo em duelos e concursos cosplays, comumente vencendo tais concursos. Um de seus principais cosplays é o do Capitão Jack Sparrow, de Piratas do Caribe.

Inclusive, a banda Tubarões Urbanos é perfeito exemplo de se mostrar  para aqueles que dizem que Brasil não tem música boa, principalmente dentro do gênero Rock. Aqui, duas músicas da banda lançadas recente:

Tubarões Urbanos – Poder Sair (Versão Acústica)

Tubarões Urbanos – Gostar de mim (Versão Acústica)

 

Henrich Laecio e sua drag queen Ravenna Misty

Henrich Laecio também é um artista formidável. Trabalha com teatro há anos e, mais recente, decidiu apostar na arte transformista. Henrich orgulha-se muito de sua trajetória como drag queen, pois como Ravenna já participou de vídeo clipes dos cantores Ottair e Capitão Greg, foi de hostess do Distrito 115 a atração do Cabaré das Divas e, agora, participa de trabalhos maravilhosos com o canal Las Tretas.

O mais recente trabalho em que participou foi Glam Easter show, show / evento virtual financiado pela lei emergencial Aldir Blanc através do apoio da Secretaria Municipal de Cultura de Goiânia e produzido pela equipe dos “La Tretas” para que todo o público pudesse desfrutar da Páscoa de 2021 sem sair de casa. Além de Ravenna, mais 10 artistas participaram:  Justine Glosgow, Vity Hard, Victor Baliane, Danny Delma, Karlla Ariella, Envy Riddle, Maldita Hammer, House of Veracity, Kharma, Zelda e Alana Estevam.

 

E ai? O que acharam da matéria?

Caroline Ishida Date

Sou arqueóloga e desde 2015 produzo de conteúdo digital voltado principalmente para o universo de fanfics e a cultura japonesa, uma das minhas suas paixões. No projeto Antes do Ponto Final escrevo sobre música e poesia brasileira, assuntos que gosto muito, sobre a cultura geek em Goiás e os artistas transformistas de Estado.

Baixe o e-book e saiba mais sobre.