Bem-vindo, use nossas ferramentas de acessibilidade.
C C C C
A- A+
Por aí. /Nossa Agenda.

A Arte Drag em Goiás

22 de agosto de 2020
A Arte Drag em Goiás

“Por vezes sentimos que aquilo que fazemos não é senão uma gota de água no mar. Mas o mar seria menor se lhe faltasse uma gota.” – Madre Teresa de Calcutá  

Drags são personagens criadas por artistas performáticos. Chama-se Drag Queen a pessoa que possui seu personagem gênero feminino e Drag King a pessoa que possui seu personagem de gênero masculino. Mais recente, surgiram também os Drag Queer, que são personagens sem gênero, e os Drag Monsters, que os personagens são monstros, independente de qual seja seu gênero. A Arte Drag ficou popularizada principalmente após programas de reality show, como o famoso RuPaul’s Drag Race 

Lembrete: Como Drag é um artista performático, não é a mesma coisa de travesti ou trans, e nem é uma orientação sexual. Você pode ser heterossexual ou LGBT e ser drag. Pode ser travesti ou não, e ter um personagem Drag.

Comumente, suas apresentações são feitas em boates e bares LBTQI+, também podendo ser chamadas para apresentações em festas, e Goiânia possui algumas boates específicas para tais apresentações, mas também há muitas apresentações e performances em Teatros e eventos culturais. 

A drag queen Guilhotina Guinle, em uma pose que mostra todo seu figurino: unhas feitas, cabelo, maquiagem e roupa.

Guilhotina Guinle

Está se tornando mais comum apresentações das cantoras Drags Queen no Centro Cultural Martim Cererê, performances no Teatro Goiânia e no Teatro Goiânia Ouro e até mesmo algumas apresentações em eventos da cultura geek e da cultura japonesa. Um exemplo é a cantora Guilhotina Guinle. Eu a vi cantando no Cabaré das Divas e, depois, os anúncios de seu show no Centro Cultural Martim Cererê.

A drag queen Guilhotina Guinle

Guilhotina Guinle

 

Agora, uma das primeiras artistas Drag queens que comecei a acompanhar, daqui de Goiânia, foi a Kera Nix. Kera Nix já participou de Concursos, eu assisti a alguns e assisti sua apresentação no último Cabaré das Divas. Cabaré das Divas é uma apresentação teatral realizado principalmente pelas artistas drags. Vencedora como: 1° MISS GLAMOUR GAY DF 2017, 1° MISS DIVAS 2016 e 3° DRAG RACE GYN 2016.

A artista drag queen Kera Nix

Kera Nix

A artista Drag Queen Kera Nix

Kera Nix

 

Outra Performancer que já tive a oportunidade de prestigiar as apresentações e as lives no Instagram é a Mia de Tarso. Embora eu ainda não tenha falado muito com a Mia de Tarso, posso dizer que a artista possui apresentações sensacionais.

A artista drag queen Mia de Tarso

Mia de Tarso

 

A artista drag queen Mia de Tarso

Mia de Tarso

O grupo Drags Boulevard, liderado pela Drag Queen Condessa Valéria Vaz, é o grupo que mais faz apresentações em eventos da cultura geek. A Condessa Valéria Vaz conquistou fãs com o seu cosplay de Úrsula, vilã de A Pequena Sereia. No grupo Drags Boulevard, também faz parte a drag Alana.  

Valquíria Vital e Condessa Valéria Vaz, na Feira de Antiguidades da Praça Tamandaré. As duas estão sentadas juntas, com roupas e maquiagem relacionadas ao evento de época.

Valquíria Vital e Condessa Valéria Vaz, na Feira de Antiguidades da Praça Tamandaré. As duas são amigas e fazem parte dos eventos geek e das feiras de antiguidades.

Condessa Valéria Vaz começou como Drag Queen em 2010, em uma parada gay. Entre 2010 e 2015, foi começando aos poucos, com recepções se apresentando em festas. Com o tempo, foi se apresentando em mais festas e até mesmo em despedidas de solteiros. Entre 2015 e 2017, fez curso de teatro no Instituto De Educação Em Artes Professor Gustav Ritter. Em 2019, formou-se em produção cênica no Teatro Escola Basileu França. A Condessa Valéria Vaz é uma Drag Queen retrô. Dependendo da festa e evento, pode ser mais caricata, ou mais clássica e chique. Entre 2017 e 2018, fez o grupo Boulevard.  A Condessa também faz parte da Organização do Top Drag Goiás. Cada estado brasileiro possui seus respectivos concursos voltado para as artistas drags. 

A Condessa Valéria Vaz tem como o retrô o seu estilo. E é importante enfatizar que, assim como a maioria das drags queens, inclusive muitas das drags citadas no post, Condessa Valéria Vaz tem extrema preocupação com a Arte e Cultura e tem, muitas vezes, a política ou outros discussões sociais como assunto em suas apresentações. Isso é bastante comum na arte drag.

A artista drag queen Condessa Valéria Vaz

Condessa Valéria Vaz

Alana Estevam é uma drag queen, escritora, comediante e pesquisadora que faz parte do grupo Boulevard desde sua formação. 

Alana Estevam começou como drag em 15 de dezembro de 2017, com uma roupa foi emprestada e a maquiagem feita por outra pessoa. Alana Estevam, entretanto, gosta de dizer que começou mesmo por volta de abril de 2018, que foi a primeira vez que se montou com uma roupa própria e maquiagem própria também. 

A artista drag Alana Estevam

Alana Estevam

Eu nasci como ator e performer no grupo Boulevard. Já escrevia e desenhava antes, mas no grupo Boulevard eu tive muitas oportunidades criadas pela condessa pra eu aprender a atuar e performar. Foi em 2017 que entrei pro grupo, mas minha primeira performance solo foi no cabaré das divas em 2018.  Os outros projetos que eu participo são o cabaré das divas (performo bem esporadicamente lá).  E agora tem o Las Tretas que é um canal no YouTube e nós fazemos loves pelo Instagram também. E outras coisas que eu faço da vida são os projetos da faculdade. Eu sou formado em sistemas de informação pela UFG mas abandonei a área de informática e atualmente curso letras  Eu participo de projetos de pesquisa em linguística e em literatura.” – Alana Estevam, ao ser entrevistada por mim, pelo Instagram.

 

Alana também cita brevemente pesquisas acadêmicas relacionadas à comunidade LGBT e à arte Drag.  

A artista drag Alana Estevam

Alana Estevam

 

A artista Drag Queen Danny Dellma

Danny Dellma

 

A artista drag queen Danny Dellma, como Drag Simpatia Goiás 2019

Danny Dellma

 

A maravilhosa Danny Dellma me passou um resumo de sua vida como Drag Queen:

Um Resumo sobre minha Drag Danny Dellma

Desde novo sou fascinado por esse mundo artístico e feminino. E Amo a Dança desde os 7 anos.
Minha primeira montacão de mulher foi aos 15 anos no ano de 1999 em um Evento GLS do movimento Brasil 500 anos, onde o Brasil iria completar 500 anos no ano de 2000. Onde usei pela primeira vez o nome de Dannyele. No ano de 2001, com 17 anos, mudei pra Brasília.
No ano de 2002 novamente me monntei de mulher para um trabalho de inglês no Ensino Médio. E em 2005 novamente me montei para uma festa. E era só mesmo por diversão.
No final do ano de 2007 conheci 2 Drags ( Thuanny Lins e Babaloo Fantazzyne ) em um Evento GLS em Brasília. Começando ai uma amizade que dura até hj. Onde contei pra elas minha paixão por este mundo feminino.
No Ano de 2008 surgiu um Concurso para novas Drags, onde as Drags veteranas poderiam indicar uma “afilhada” para o Concurso. A Thuanny e a Babaloo sabendo q eu gostava desse Glamour das Drags, me inscreveram no Concurso como sendo afilhada delas.
E nesse Concurso surgiu a Danny Dellma Duttra. Onde fiquei em 2° lugar e as pessoas começaram a me conhecer. E apartir daí comecei a fazer Drag com elas, onde participei de outros Concursos e vários Eventos GLSs em Brasília.
Do ano de 2009 até o final de 2010, me apresentei em Eventos, Saunas e Boates em Brasília e tbem Goiânia. E eu fui a ultima Drag a se Apresentar na Boate Blue Space de Brasília.
No inicio de 2011 voltei pra Goiânia, me casei e parei com minha Drag. Onde a Danny Dellma ficou sumida durante 6 anos. Me separei no ano de 2015. E no ano de 2017 por um convite do meu Afilhado de Brasília para um grade Evento voltei com minha Drag novamente e estou até hoje. Onde conheci mais Drags e fiz alguns Eventos. No ano de 2018 participei do Top Drag Goiás e no mesmo ano entrei no Grupo Boulevard de Drags onde fiquei alguns meses.
No ano de 2019 participei novamente do Top Drag Goiás onde fui eleito a Drag Simpatia Goiás. Onde ainda estou com o título por causa da Pandemia, que não teve o Top Drag Goiás esse ano.

 

Uma artista maravilhosa que conheci no Cabaré das Divas foi a Ravenna.

Ravenna Misty é uma Drag Queen, Performer, Ator e trabalha com produção de eventos. Começou como Drag Queen amadora há alguns anos, e em julho de 2019 começou a carreira como drag queen profissional. Ravenna já foi convidada para ser hooster de festas e eventos. Conta com parcerias várias parcerias e já esteve nos clipes: “Tá todo mundo louco”, de Capitão Greg e “Buzinando”, de Ottair. Vencedora do concurso Evoluiu Challenge Cabare das Divas. Indicação ao Oscar LGBTQI de Goiânia 2020. Participação em Paola’s Vulcão Drag Race. 

A artista drag Ravenna Misty

Ravenna Misty

 Agora, falando um pouco da drag queen Zelda.

A artista drag queen Zelda

Zelda

Zelda é uma das drags queens que se orgulha de suas apresentações de teor político. Eu lembro de seu vídeo, recitando um poema maravilhoso. Está em seu Instagram. É em memória de Dandara,  poema escrito por uma amiga de Zelda, “Dandara Vive”, para nos lembrar que vidas trans importam!  Este poema foi o ganhador do terceiro lugar no Juriti-festival de poesia e música de Goiás de 2018.

Zelda foi uma das que se apresentou no Cabaré das Divas. Muitas aqui citadas se apresentaram, em fevereiro de 2020. Eu fiquei encantada com cada apresentação das artistas e, também com outro detalhe: quando eu e meus amigos fomos pedir fotos, tímidos, todas as artistas foram acolhedoras e educadas. Ficamos extremamente felizes.

A artista drag queen Zelda

Zelda

Finalizando essa publicação por aqui, e lembrando que em Goiás, existem várias e várias artistas drags queens. Tanto que eventos como Cabaré das Divas sempre são cheios de apresentações diversas e maravilhosas. Em concursos, sempre tem um rosto novo para mim. Aqui, eu citei apenas algumas das drags queens que eu admiro.  A cultura em Goiás é extensa e bela, e muitas vezes pouco valorizada. Vamos ao Teatro? Vamos às exposições de anime? Vamos aos eventos geek ou boates LGBT? Aqui em Goiás, temos muitas coisas legais e muitas artistas maravilhosas.

Caroline

Baixe o e-book e saiba mais sobre.