Bem-vindo, use nossas ferramentas de acessibilidade.
C C C C
A- A+
Por aí. /Agenda.

Governo de Goiás realiza exposição de Pitágoras na Vila Cultural Cora Coralina

Mostra ficará aberta até 31 de agosto. Público deverá agendar visitação. Além das pinturas, também está em cartaz seleção de livros raros de Arte e artísticos da futura biblioteca de apoio da unidade

3 de agosto de 2021
Governo de Goiás realiza exposição de Pitágoras na Vila Cultural Cora Coralina

Após um ano e cinco meses sem exposições presenciais, Vila Cultural Cora Coralina reabre suas portas em evento-teste com mostra de Pitágoras e de livros de artes | Foto: Kettly Férnandes

O Governo de Goiás, por meio da Secretaria de Estado de Cultura (Secult), realiza, na Vila Cultural Cora Coralina, durante todo o mês de agosto, exposição do artista plástico goiano Pitágoras Lopes e mostra de Livros de Arte e Artísticos, que comporão parte da biblioteca de apoio da unidade.

Trata-se das primeiras exposições no espaço  que receberão público desde o início da pandemia de Covid-19, sendo mais um evento-teste promovido pelo Estado. O objetivo é avaliar os protocolos de segurança contra a disseminação do novo coronavírus em diferentes formatos de eventos, como previsto pelo projeto Evento Cultural Seguro, lançado pelo governador Ronaldo Caiado na sexta-feira (30/07) dentro do Programa Retomada Cultural.

Para visitar as exposições, será preciso agendar horário pelo e-mail vilacultural.coracoralina@goias.gov.br ou pelo telefone (62) 3201-9863. Serão permitidos apenas seis visitantes por horário, sendo que a visitação estará aberta das 9h às 16h, de segunda a sexta-feira, até o dia 31 de agosto. A previsão é que o passeio pelas duas mostras dure em torno de 40 minutos.

Para o secretário de Estado de Cultura, César Moura, realizar a exposição de Pitágoras na Vila Cultural Cora Coralina, neste momento, também tem o objetivo de motivar a classe artística. “Muitos artistas plásticos se sentirão representados nesta exposição, ao verem que é possível voltar a expor suas obras em breve. Enquanto isso, vamos incentivando o público o seguir os protocolos sanitários, que são cruciais para avançarmos mais esta etapa”, conscientiza César.

Estão previstas outras nove exposições na Vila Cultural Cora Coralina, que já estavam agendadas antes do início da pandemia, e com o avanço da vacinação, serão realizadas em breve.

 

A exposição e o artista

A exposição “Pinturas Recentes de Pitágoras Lopes 2020/2021” está instalada na sala Antônio Poteiro, e conta com 11 obras que trazem o colorido exuberante próprio do artista. O público irá conferir e reviver o universo particular de Pitágoras, com seus escafandros – nomeados por ele como “viajantes do tempo”; animais intergalácticos e metrópoles futuristas, envoltos na magia do cinema, da música, da literatura e da ficção cientifica.

Para Pitágoras, expor num momento de reabertura da cena cultural, com protocolos ainda rígidos, é simbólico para outros artistas e para o próprio público. “A Arte é uma coisa que, necessariamente, está atrelada ao olhar. Os quadros desta mostra falam da vida que tem que continuar e a resposta é continuar trabalhando”, reflete Pitágoras, que conta não ter parado com suas criações durante a pandemia: “Todo dia eu desenho!”.

Segundo ele, a pandemia trouxe uma nova “pegada artística” ao seu trabalho. “Artistas não se repetem, somos colecionadores de momentos. Tem muita solidão nestes trabalhos, uma solidão forçada, e ao mesmo tempo o registro do novo”, avalia o artista, cuja obra foi objeto de estudo de críticos e curadores importantes no Brasil e que está presente em dezenas de publicações sobre arte.

De acordo com o diretor da Vila Cultural Cora Coralina, Gilmar Camilo, a escolha por obras recentes de Pitágoras Lopes para o evento-teste se deu pela sua relevância ao longo de três décadas de trajetória artística. Pitágoras possui obras em várias coleções privadas e públicas, nacionais e internacionais, como nos Museus de Arte Moderna (MAM) do Rio de Janeiro, São Paulo, Bahia e no Museu de Arte Contemporânea de Goiás (MAC), dentre outros. “E também pela sua produção contínua que se integrou ao que buscávamos para simbolizar a reabertura das exposições aqui na Vila Cultural”, afirma o curador.

Gilmar adianta que esta mostra é uma prévia de uma grande exposição que Pitágoras Lopes organiza para 2022, que contará também com uma publicação sobre sua obra que deverá correr por várias capitais brasileiras.

 

Livro: objeto de arte

Já a mostra de livros de Arte e Artísticos, exposta na sala Benedito Barbosa, reúne 60 publicações selecionadas entre mais de 200 que farão parte da biblioteca de apoio a artistas e pesquisadores, em fase de criação para o pós-pandemia na Vila Cultural Cora Coralina. Os exemplares foram doados à unidade pela Secult Goiás.

Gilmar Camilo explica se tratar de livros que são reconhecidos como “verdadeiras excelências gráficas”. “Muitos desses livros possuem tiragens limitadas e reúnem informações de grandes nomes das artes, da arquitetura, do design e da fotografia”, detalha o diretor. Devido à pandemia, os livros não poderão ser manuseados nesta ocasião, mas a intenção é que, quando for seguro, possam ser usados para pesquisa no próprio local e emprestados em casos especiais, como para pesquisadores. “Esses detalhes de funcionamento estão sendo elaborados”, explica Gilmar.

Dentre os 60 livros expostos estão Vik Muniz – Obra Completa (1987/2009); Mulheres do Brasil (Vera Golik – Hugo Lenzi); Arquitetos da Paisagem – Memoráveis Jardins (Roberto Burle Marx – Henrique L. de Mello Barreto); Museu Afro Brasil, Um Conceito em Perspectiva; Debret e o Brasil – obra completa (Julio Bandeira e Pedro Corrêa Lago).

“É um material que salta aos olhos. A mostra de livros foi projetada para ser uma exposição visual, uma prévia de um projeto maior da secretaria”, reforça Gilmar.

 

Protocolos sanitários

Dentre os protocolos adotados estão passagem por tapete sanitizante, aferição de temperatura, disponibilização de álcool gel na entrada das galerias, uso obrigatório de máscara, respeito ao distanciamento de 1,5 metro entre os frequentadores de núcleos familiares diferentes e proibição do consumo de alimentos e bebidas no interior das salas.

 

Serviço: Exposições de Pitágoras Lopes e de Livros de arte e artísticos

Onde: Vila Cultural Cora Coralina

Quando: de segunda a sexta-feira (03 a 31/08)

Horário: das 9h às 17h

Como: por agendamento pelo e-mail vilacultural.coracoralina@goias.gov.br

Endereço: R. 3, s/n – St. Central, Goiânia – GO, 74175-120

 

Texto: Secult Goiás

Redação Antes do Ponto Final

Baixe o e-book e saiba mais sobre.