Bem-vindo, use nossas ferramentas de acessibilidade.
C C C C
A- A+
Por aí. /Agenda.

Projeto “Balé em Foco” realiza formação gratuita e continuada para professores, estudantes e pesquisadores em dança e oferece ajuda de custo para alguns participantes

5 de maio de 2022
Projeto “Balé em Foco” realiza formação gratuita e continuada para professores, estudantes e pesquisadores em dança e oferece ajuda de custo para alguns participantes

Pesquisadores, docentes e artistas interessados em experiências corporais, problematizações a respeito do balé e seus processos contemporâneos têm uma oportunidade única de formação neste ano. O projeto “Balé em Foco”, organizado pela professora doutora Eleonora Campos da Motta Santos (UFPel) e produzido por Rousejanny Ferreira (Instituto Federal de Goiás – IFG), está com inscrições abertas até o dia 10 de junho. Trata-se de uma formação continuada que será oferecida gratuitamente entre agosto e novembro, totalizando 100 horas de trabalho. Há 30 vagas disponíveis e os interessados devem se inscrever preenchendo formulário disponível na bio do Instagram Bale_em_foco e no perfil do Facebook Balé em Foco. Balé em Foco será realizado na Escola do Futuro em Artes Basileu França e conta com apoio do Fundo de Arte e Cultura de Goiás – Edital de Fomento à Dança – Secult Goiás.

O projeto tem como foco práticas somáticas, aspectos historiográficos e processos culturais e de criação artística do balé. Trata-se de uma oportunidade de encontro entre pesquisadores, docentes e artistas interessados no tema enquanto campo de discussão social e da cena, ressaltando pesquisas contemporâneas e debates relacionados ao balé em seus aspectos estéticos, gramaticais, conceituais e subversivos.  Ao final da formação, em novembro, haverá uma mostra aberta ao público, que poderá testemunhar o trabalho realizado ao longo de três meses.

Além de serem interessados no tema, aqueles que desejarem se inscrever na formação, deverão ter mais de 18 anos e experiência prévia em balé. O projeto reserva 10% das vagas para alunos de licenciaturas ou cursos técnicos em dança de instituições públicas do estado de Goiás. Também oferecerá ajuda de custo para dez participantes em nível de vulnerabilidade social comprovada. O resultado da seleção será informado via email e também nas redes sociais do projeto até o dia 24 de junho.

Da teoria à prática

A concepção do projeto se deu ao lado da organização do e-book “Pesquisa em Balé no Brasil: panoramas sobre história, ensino e cena”, publicação da qual Eleonora Santos e Rousejanny Ferreira são organizadoras e que contou com a parceria da Editora do Instituto Federal de Goiás – IFG. Ao se dedicarem à compreensão sobre o balé, surgiu a vontade de dar corpo, realidade e concretude ao que as pesquisas reunidas no e-book propõem e instigam.

“A proposta da formação é costurar, fortalecer e ampliar as redes de pesquisas que atravessam o balé por diferentes vieses. Acreditamos que o estado de Goiás nutre forças diversas de permanências, tradições, formações que transbordam pelo Brasil e se somam à muitas pessoas de outros estados e países, também engajadas e apaixonadas pelas discussões e possibilidades que brotam a partir do balé”, compartilha Eleonora Santos.

Sobre os professores

Os selecionados terão oportunidade de ser formados por 10 professores, que hoje atuam em diversas partes do Brasil, abordando temáticas como: o ensino do ballet clássico às pessoas com deficiência visual; ballet e pedagogias inclusivas; contextos culturais da prática do ballet; balé somático; composições coreográficas: balé e mulheres: políticas, afetos e idealizações; anatomias dançantes; balé e dimensões de privilégio; balé e identidades de gênero.

A organizadora do projeto, a professora Eleonora Campos da Motta Santos, por sua vez, é docente associada do Curso de Dança Licenciatura da Universidade Federal de Pelotas (UFPel), doutora em Artes Cênicas, Mestre em Dança e Licenciada em Dança pela Universidade Federal da Bahia, além de Bacharel em Direito pela Universidade Federal de Pelotas. É envolvida com dança desde os 4 anos de idade. Além de professora, desempenha atividades de pesquisadora, bailarina e, atualmente, é gestora em arte, cultura e patrimônio na Pró-Reitoria de Extensão e Cultura da UFPel.

Rousejanny Ferreira, que também é parceira na produção do projeto “Balé em Foco”, atua como docente da Licenciatura em Dança no Instituto Federal de Goiás, e coordena os projetos de pesquisa em dança Corpo Composto e Balé do Encontro, na mesma instituição. Tem mestrado em Performances Culturais (UFG), especialização em Filosofia da Arte (IFITEG/UEG), especialização em Pedagogias da Dança (PUC/GO) e graduação em Educação Física (UEG). É autora dos livros Balé Sobre Outros Eixos (2017) e organizadora dos livros Pesquisa em balé no Brasil (2020), Discutindo a juventude (2020) e Dossiê: Convocações em dança: conexões indisciplinares na práxis profissional (2022)

Serviço: Projeto Balé em Foco abre inscrições para formação gratuita

Inscrições: Até o dia 10 de junho

Público-alvo: Professores(as), estudantes e pesquisadores(as) de dança, com idade acima de 18 anos, com interesse na pesquisa em balé que tenham experiência prévia em balé

Gratuito

Formulário disponível nas redes sociais do projeto: @bale_em_foco e Facebook/Bale_em_foco

Texto e fotos: Ana Paula Mota | Nádia Junqueira Ribeiro.

Redação Antes do Ponto Final

Baixe o e-book e saiba mais sobre.