Bem-vindo, use nossas ferramentas de acessibilidade.
C C C C
A- A+
Diário Textual > ...Esquinas.

Plantando sonhos

O sinal abriu, meu Uber seguiu viagem. E eu tive certeza: era o início de um sonho antigo e o futuro de algo bem grande

6 de fevereiro de 2019
Plantando sonhos

Hoje eu vi alguém plantando um sonho. Eu estava passando de Uber, vi dois homens pintando o muro de uma casa com cores bem vivas, que lembravam o arco-íris. Olhei para aquela parede e o que estava escrito nela, os dois homens terminando a pintura, um deles ainda estava no andaime. O sinal abriu, meu Uber seguiu viagem. E eu tive certeza: era o início de um sonho antigo e o futuro de algo bem grande.

Na parede do muro o nome de uma escola e a filosofia/metodologia aplicada. Não vou falar aqui, para preservar o lugar mesmo. Mas já vejo ali crianças de um mundo melhor, com uma compreensão e consciência do mundo já mais desenvolvida que as gerações anteriores. Crianças tão inteligentes quanto sensitivas, tão humanas no melhor sentido da palavra.

Eu ainda me lembro do meu primeiro dia de aula, no “pré-2”. Foi um dos dias mais felizes da minha vida. Eu tinha 4 anos, minha mãe me deixou na sala e me olhou nos olhos para ver se estava tudo bem. Eu respondi que sim, e logo sentei do lado da Mirian, descendente de japoneses que estudou comigo até a antiga 4a série. No segundo dia, vi que uma colega minha chorava muito na entrada da escola. Eu parei e disse para ela não chorar, porque estávamos na escola e lá era ótimo, depois podíamos brincar a tarde toda. E estudamos juntas até a última série.

Quando eu entrei na escola eu tinha um sonho: conhecer o mundo. Hoje eu sei que são vários mundos, por isso a escola e a educação formal e informal é tão importante. Dez minutos depois, gravei na minha mente a imagem dos dois homens pintando aquele muro e tive fé de que daqui dez anos a escolinha que hoje começa numa casa simples não estará mais ali, mas vai ganhar nome, notoriedade e continuar cumprindo sua missão no mundo.

Kalyne Menezes

Sou fundadora e produtora do Antes do Ponto Final. Jornalista, escritora e pesquisadora. Gosto de escrever, falo no podcast e apareço no vídeo para contar histórias de pessoas e lugares, de diferentes maneiras. Também gosto de ir atrás das relações entre Comunicação, Cultura, Cidadania e pessoas com foco no que é social e coletivo.

Baixe o e-book e saiba mais sobre.