Call us toll free:
Best WP Theme Ever!
Call us toll free:
24 fev 2020
Comments: 0

Estão abertas as inscrições para o curso de Introdução à Conservação de Documentos

O projeto “Memória das Águas Quentes” oferece, gratuitamente, o curso de “Introdução à Conservação de Documentos”. Com a iniciativa serão conservados e digitalizados o acervo documental da história de Caldas Novas.

O curso inicia-se em 05 de março e termina em 08 de abril e terá duração de 80 horas. A participação é aberta à comunidade, especialmente aos servidores da Prefeitura de Caldas Novas, estudantes universitários e demais agentes culturais que se interessam por cultura e patrimônio.

Para se inscrever os interessados deverão enviar e-mail para [email protected] com o título “Inscrição para o curso de Conservação Preventiva de Documentos”. No corpo do e-mail deverão constar os dados pessoais do candidato. A seleção será realizada por ordem de inscrição.

O curso será realizado na Faculdade Integra e contará com atividades práticas e teóricas que proporcionarão o conhecimento de técnicas e conteúdos que orientam as atividades de preservação de documentos. Esse curso objetiva a capacitação técnica e habilita os servidores da Prefeitura de Caldas Novas e demais colaboradores a trabalhar no acervo documental que será conservado, catalogado e digitalizado no projeto Memórias das Águas Quentes.

O projeto é uma realização da Bricolagem Produções e foi contemplado pelo Edital de Fomento de Museus, Arquivos e Bibliotecas do Fundo de Arte e Cultura do Estado de Goiás 2018. E conta com a parceria e cooperação técnica da Secretaria Municipal de Cultura de Caldas Novas, da Faculdade Integra e da Associação Cultural, Social e Desportiva das Águas Quentes.

Texto: Bricolagem Produções.


24 fev 2020
Comments: 0

Encontro de Muladeiros em Iporá integra calendário oficial da Secult GO

Em janeiro o secretário de Estado de Cultura, Adriano Baldy, participou, 13º Encontro Nacional de Muladeiros, em Iporá, e manifestou o desejo de apoiar a festa a partir do ano que vem. O evento, que é o maior do Brasil no segmento, reúne uma multidão de muladeiros na cidade, que fica há 226 quilômetros de Goiânia. Este ano, o evento teve uma programação extensa, com provas de animais, concursos, leilões, gastronomia tropeira e shows.

De acordo com secretário Adriano Baldy, o Encontro Nacional de Muladeiros contará com o apoio da Secult Goiás. “A partir da próxima edição, o Encontro contará com a nossa parceria e apoio. Faremos o que for preciso para que a tradição dessa festa sediada em nosso Estado seja cada vez maior e mais reconhecida”, disse. Para Baldy, o evento valoriza a cultura sertaneja, além de movimentar a cidade de Iporá, gerando emprego e renda. “Uma de nossas missões, no governo de Ronaldo Caiado, é valorizar a cultura do interior de Goiás”, afirmou.

Daiane Assis, engenheira agrônoma e iporaense, quando sempre acompanhou o evento, mesmo quando não morava mais na cidade. “Eu fui para conhecer, me apaixonei e sempre voltei para o Encontro de Muladeiros. Mesmo distante a gente não consegue deixar de viver com isso, a cidade muda completamente, vive esse encontro”. Para Daiane o encontro faz parte da identidade de Iporá e trouxe mais visibilidade para a cidade a nível nacional, e é uma festa que movimenta o comércio e o turismo. “É uma festa muito alegre, simples, tradicional, e existe um respeito e uma preocupação com os animais. “É uma alegria muito grande saber que a Secult vai apoiar o Encontro de Muladeiros, é um reconhecimento da nossa cidade, da nossa tradição no Brasil e em outros países. Com esse apoio a tradição será fortalecida e mais conhecida ainda”.

O Encontro Nacional de Muladeiros é realizado há 13 anos pela Associação dos Muladeiros do Oeste Goiano (Amog) e abrange cultura, esporte e negócios.

Com informações da Secult Goiás, foto: @drinlovephotos .


29 jan 2020
Comments: 0

Produção nacional “Ainda temos a imensidão da noite” é destaque na programação do Cine Cultura

No dia 30 de janeiro, às 18h30, a produção “Ainda temos a imensidão da noite” entra em cartaz no Cine Cultura. A primeira sessão será especial: haverá sorteio de um pôster autografado por Lee Ranaldo, guitarrista da banda Sonic Youth e responsável pela produção musical do filme, e ainda um debate com o diretor Gustavo Galvão e parte do elenco.

O filme conta a história de Karen, que está cansada de lutar por um lugar ao sol com sua banda de rock, onde é trompetista e vocalista. Ela decide ir embora de Brasília para tentar a sorte em Berlim, na Alemanha. Meses depois, é forçada a recomeçar a vida na capital do Brasil, onde precisa entender o papel dela e o papel da arte na cidade que o avô ajudou a construir. O longa conta com a participação de Clemente Nascimento, da banda “Os Inocentes”.

Além dessa produção nacional, continuam em cartaz Bacurau, Synonymes, Deus é mulher e seu nome é Petúnia e Parasita. Confira as datas e horários:

16h00 – De 30/01 a 02/02: SYNONYMES (16 anos)

(Israel/Fança, 2019, 123 min, 16 anos, dir: Nadav Lapid)

Yoav, um jovem israelense, viaja à Paris, auxiliado por seu fiel dicionário franco-israelense, esperando que a França e os franceses o salvem da loucura de seu país.

16h00 – De 03/2 a 05/02: BACURAU (16 anos)

(2019, Brasil, 131 min, 16 anos, dir: Kleber Mendonça Filho e Juliano Dornelles)

Num futuro próximo, Bacurau, um povoado do sertão de Pernambuco, some misteriosamente do mapa.

18h30 – De 30/01 a 02/02: AINDA TEMOS A IMENSIDÃO DA NOITE (16 anos) – *debate pós-sessão no dia 30/01 com o diretor Gustavo Galvão e os atores-músicos Ayla Gresta, Gustavo Halfeld, Vanessa Gusmão e Hélio Miranda.

(2019, Brasil, 98 min, 16 anos, dir: Gustavo Galvão)

Cansada de lutar por um lugar ao sol com sua banda de rock, onde é trompetista e vocalista, Karen decide ir embora de Brasília. Ela segue os passos do ex-parceiro de banda, Artur, que tenta a sorte em Berlim. O convite parte de Martin, amigo alemão com quem fecham um triângulo imprevisível. Meses depois, forçada a recomeçar em Brasília, Karen precisa entender o papel dela e o papel da arte na cidade que o avô ajudou a construir.

18h30 – De 03/02 a 05/02: DEUS É MULHER E SEU NOME É PETÚNIA (14 anos)

(Macedônia, 2019, 100 min, 14 anos, dir:Teona Strugar Mitevska)

Em Stip, uma pequena cidade da Macedônia, sempre no mês de janeiro o padre local joga uma cruz de madeira no rio e centenas de homens mergulham atrás dela. Quem recuperar o objeto tem garantia de boa sorte e prosperidade. Desta vez, Petúnia mergulha na água por um capricho e consegue agarrar a cruz antes dos outros, deixando os concorrentes furiosos: ‘como ousa uma mulher participar do ritual’? Todo o inferno se abre, mas Petúnia mantém o seu chão. Ela ganhou a cruz e não vai desistir.

20h30 – De 31/01 a 05/02 PARASITA (16 anos)

 (2019, Coreia do Sul, 131 min, 16 anos, dir: Joon-ho Bong)

Todos os quatro membros da família Ki-taek estão desempregados, porém uma obra do acaso faz com que o filho adolescente comece a dar aulas privadas de inglês à rica família Park. Fascinados com o estilo de vida luxuoso, os quatro bolam um plano para se infiltrar nos afazeres da casa burguesa. É o início de uma série de acontecimentos incontroláveis dos quais ninguém sairá ileso.

Ingresso: R$ 8 (inteira), R$ 4 (meia). Apenas dinheiro. Às segundas todo mundo paga meia. Pedimos gentilmente que facilitem o troco e evitem notas altas, ajudando assim o trabalho de bilheteria. Agradecemos a compreensão.

Texto e fotos: Secult GO


29 jan 2020
Comments: 0

Gibiteca Jorge Braga reforça a importância do Dia Nacional das Histórias em Quadrinhos

O Dia Nacional das Histórias em Quadrinhos ou Dia do Quadrinho Nacional é comemorado anualmente em 30 de janeiro. A explicação para a escolha da data está no fato de ter sido nesse dia, no ano de 1869, que foi publicada a primeira história em quadrinho brasileira: “As Aventuras de Nhô-Quim ou Impressões de uma Viagem à Corte”, autoria do cartunista Angelo Agostini. Desde então, celebra-se a ocasião com o objetivo de promover esse modelo de leitura que mistura elementos textuais e visuais, criando a sensação de sequenciamento das cenas.

O quadrinista Marcelo Borba é um apaixonado pelo gênero e destaca que 60% da visão que ele tem do mundo foi formada devido aos quadrinhos. Ele ressalta a importância de se comemorar a data. “O Quadrinho é a linguagem mais agradável que existe para o aprendizado das crianças. Ao contrário do que muitos pensam, que os quadrinhos só servem para a diversão, eles são na verdade cultura pura. Proporcionam conhecimento e hábitos de leitura já que o indivíduo se vicia lendo quadrinhos e, assim, passa a ter mais ânimo para ler um livro mais denso, o que será benéfico no desenvolvimento escolar, no círculo de amizades, entre outros aspectos”. 

A Gibiteca Jorge Braga, unidade da Secretaria Estadual de Cultura, é pioneira em Goiás no gênero e referência no Brasil, oferecendo ao público mais de seis mil gibis e 11 mil livros, dentre eles, alguns raros, além de mesas, tapetes e almofadas para leitura. A Gibiteca atende crianças de escolas públicas e privadas, e propõe, com isto, resgatar o hábito de leitura de histórias em quadrinhos, estimulando tanto para crianças como para adultos.

A unidade funciona de segunda à sexta-feira, das 8h às 12h e das 13h às 18h, com entrada gratuita. 

Gibiteca Jorge Braga 

Endereço: Centro Cultural Marietta Telles Machado – Praça Cívica (Praça Pedro Ludovico Teixeira) nº 2 – Centro

Telefone: (62) 3201-4640

Horário: Segunda a sexta-feira: Das 8 às 12, e das 13 às 17h

E-mail: [email protected]

Redes: @gibitecajorgebraga

Fotos e texto:


27 jan 2020
Comments: 0

Aulas de vários ritmos embalam o Vibe Verão 2020 no Martim Cererê

A programação começa nesta segunda-feira, 27, e segue até o dia 2 de fevereiro

O Centro Cultural Martim Cererê, unidade da Secretaria de Cultura (Secult Goiás), recebe o Vibe verão 2020, um intensivo de férias promovido pelo Studio Vibe 62 Urban, para celebrar o início do ano em alto astral. A programação começa nesta segunda-feira, 27 de janeiro, e segue até domingo, 2 de fevereiro, sempre às 18h30, e o valor de cada intensivo de aulas é R$ 40.

A proposta do evento traz uma mistura de ritmos, movimentos e muita energia, com professores e convidados profissionais. Serão realizadas aulas de k-pop, aula kids, heels e waacking, hip hop e popping, dancehall, jazzfunk e hip hop contemporâneo.

Os interessados podem se inscrever no site do evento, pelo link: https://doity.com.br/vibe-verao-2020, efetuar o pagamento e apresente o comprovante na recepção do local. As aulas trabalham todos os níveis (iniciante, intermediário e avançado). Para as aulas kids, recomenda-se idades entre 6 e 13 anos. E para as demais, a partir de 14 anos.

SERVIÇO:

Vibe Verão 2020

Data: de 27/01 a 02/02

Horário: 18h30

Local: Centro Cultural Martim Cererê

Ingresso: R$ 40

Mais informações no sitehttps://doity.com.br/vibe-verao-2020

Texto: Comunicação Setorial – Secult Goiás


27 jan 2020
Comments: 0

Lauro Moreira lança livro no Centro Cultural Oscar Niemeyer

A obra, que será lançada no dia 4 de fevereiro, reúne crônicas e reflexões atuais 

Quincasblog: Meus Encontros. Esse é o título do novo livro de Lauro Moreira, que além de diplomata de carreira, sempre foi um militante da causa cultural e artística, dedicando-se às artes cênicas, ao cinema e à fotografia, sendo inclusive premiado em concursos nacionais. 

Na nova obra, Lauro reúne textos de seu blog, entre crônicas memorialísticas e reflexões sobre temas relevantes da atualidade. A obra foi recentemente lançada em Portugal, recebendo boas avaliações da crítica. No Brasil, será lançada no dia 4 de fevereiro, no Centro Cultural Oscar Niemeyer, às 19 horas, com apresentação do jornalista Hélio Rocha e da poeta Sandra Maria Queiroz de Pina. A sessão de autógrafos terá a participação do Quarteto de Cordas da Filarmônica. 

 Em todos os postos diplomáticos por onde passou, o embaixador dedicou-se à promoção das artes e da cultura brasileiras, sobretudo da música e da poesia em língua portuguesa, proferindo palestras, escrevendo textos e organizando recitais. Em 1998, lançou o CD duplo Mãos Dadas, onde interpreta poetas de todos os países de língua portuguesa e, em 2005, gravou o álbum Manuel Bandeira: o poeta em Botafogo. Criou também o grupo Solo Brasil para apresentar o que há de mais representativo na música brasileira do século XX. O grupo já esteve em 16 países, alcançando sempre um marcante sucesso. 

Moreira também é um grande entusiasta da cultura goiana, possuindo uma grande coleção de pintores goianos incluindo D.J. Oliveira e Antonio Poteiro. Ele inclusive realizou a doação de um grande painel de D.J. Oliveira para o Centro Cultural Oscar Niemeyer.

Serviço

Lançamento do livro “Quincasblog: Meus Encontros”- Lauro Moreira

Data: 4 de fevereiro (terça-feira)

Horário: 19h

Local: Centro Cultural Oscar Niemeyer

Participação gratuita 


10 jan 2020
Comments: 0

Secult inicia doação de livros a municípios goianos

Ao todo, cinco mil livros serão doados a 142 bibliotecas municipais cadastradas no Sistema Estadual de Bibliotecas Públicas – GO

O Governo de Goiás, por meio da Secretaria de Estado de Cultura, iniciou a doação de cinco mil livros às 142 bibliotecas municipais cadastradas no Sistema Estadual de Bibliotecas Públicas de Goiás (SEBP-GO). Os municípios de Jussara, Pires do Rio, Ipameri, Bela Vista de Goiás, Silvânia, Santa Cruz de Goiás, Alexânia, Corumbá de Goiás e Pirenópolis já receberam os kits.

Eles têm patrocínio de leis de incentivos como a Goyazes, Fundo de Arte e Cultura e Rouanet, e estão sendo organizados na Biblioteca Estadual Pio Vargas, localizada no Centro Cultural Marietta Telles Machado, na Praça Cívica.  

Entre as obras que compõem os kits estão títulos de arte, romances, economia, política, psicologia, administração, biografias e manuais. Clássicos como “Memórias”, escrito por Pedro Ludovico Teixeira, “Livro de Receitas”, de Dona Gercina Borges; e “faz rs”, da autora Larissa Mundim figuram entre as edições goianas que estão sendo doadas.

A iniciativa da Secult promove a ampliação e o fortalecimento das bibliotecas municipais, e contribui com a formação dos acervos de unidades comunitárias. Para o secretário de cultura, Adriano Baldy, o repasse das doações dos livros é um incentivo importante à leitura e uma ação de democratização da cultura. “Oportunizamos o acesso aos livros para grande parte dos municípios goianos”, diz. Nas próximas semanas, outras 133 cidades receberão seus kits.

Texto e foto: Comunicação Setorial – Secult Goiás


10 jan 2020
Comments: 0

Cine clubinho

Foto: Vida Abobrinha (divulgação)

Em Janeiro, as apresentações teatrais do Teatro Sesc Centro acontecem nos dias 17 e 18. Nos dias 23, 24 e 25, a casa recebe o Cine Clubinho, com filmes para toda a criançada e, o melhor, com entrada gratuita. A oportunidade é perfeita para tirar os pequenos de casa e curtir uma programação de muita qualidade!

O Teatro Sesc Centro fica no Sesc Centro, localizado na Rua 15, esquina com Rua 19, Centro. Os ingressos podem ser adquiridos com antecedência pelo site bilheteriadigital.com.

Confira a programação:

Espetáculo: Uma história de amor ou um rato astronauta

Grupo: Zabriske

Data: 17/01 (sexta-feira)

Horário: 17h

Local: Teatro Sesc Centro

Classificação: Livre

Sinopse: Um baú e dois palhaços. Ana Banana quer viver uma história de amor e Juca Mole quer ser um rato asqueroso viajante do espaço. Para fazer tudo do seu jeito Juca Mole fecha Ana Banana no baú, mas Ana Banana surpreende! Como termina? Amor ou aventura?
Valores: R$ 5,00 (Trabalhador do comércio e dependentes)
R$15,00 (Inteira)

R$7,50 (Meia–entrada)

R$6,50 (Conveniado)

Espetáculo: Luas e Luas

Grupo: Zabriske

Data: 18/01 (sábado)

Horário: 16h

Local: Teatro Sesc Centro

Classificação: Livre

Sinopse: Luas e Luas é um espetáculo em que os palhaços Juca Mole e Ana Banana têm um baú cheio de surpresas para viverem a história de uma princesa, a boneca de Ana Banana, que quer a lua. São 60 minutos de jogo, brincadeiras e diversão para toda a família.

Valores: R$ 5,00 (Trabalhador do comércio e dependentes)

R$15,00 (Inteira)

R$7,50 (Meia–entrada)

R$6,50 (Conveniado)

Cine Clubinho

Entrada gratuita (de acordo com a capacidade do espaço)

Filme: O menino no espelho

O filme de aventura infantil trata de valores universais como a infância, a amizade e a descoberta do primeiro amor através de uma história com muita ação, humor e sensibilidade. A história acompanha o desenvolvimento de um garoto extremamente inventivo, criativo e livre.

Data: 23/01 (quinta-feira)

Horário: 17h

Classificação: Livre

Local: Teatro Sesc Centro

Filme: Historietas assombradas

Pepe é uma criança de 12 anos que vive com a avó, uma bruxa-empresária. Ao saber que foi adotado e que seus pais estão vivos, ele parte em uma aventura para encontrá-los. O menino atrai a atenção de Edmundo, um vilão biomecânico que precisa da energia de crianças para se tornar imortal, que rapta a avó de Pepe. Desta forma, o garoto e seus amigos precisam resgatá-la o quanto antes, ao mesmo tempo em que Pepe busca solucionar o mistério do desaparecimento de seus pais.

Data: 24/01 (sexta-feira)

Horário: 17h

Classificação: A partir de 9 anos

Local: Teatro Sesc Centro

Filme: Minha vida de abobrinha

Abobrinha é um apelido intrigante para um menino de 9 anos de idade, e sua história única, apesar de única, é surpreendentemente universal. Após a morte repentina de sua mãe, Abobrinha torna-se amigo do policial Raimundo, que acompanha o garoto até seu lar adotivo repleto de outros órfãos de sua idade. A princípio, Abobrinha luta para encontrar seu lugar nesse ambiente estranho e, por vezes, hostil. Assim, com a ajuda de Raimundo e novos amigos, Abobrinha aprende aos poucos a confiar, encontrar o amor verdadeiro e ao final uma nova família para si.

Data: 25/01 (sábado)

Horário: 16h

Classificação a partir das 10 horas

Local: Teatro Sesc Centro

Texto: diivulgação


04 dez 2019
Comments: 0

Espetáculo #Macbeth estreia em Goiânia

Montagem inspirada no clássico de Shakespeare expõe as crises do mundo contemporâneo.

O espetáculo #Macbeth estreia nessa sexta-feira (06) às 20h no Teatro Zabriskie, no setor Pedro Ludovico. A peça segue em cartaz com apresentações no sábado (07) e no domingo (08) e encerra a temporada no próximo fim de semana, com sessões na sexta-feira (13) e no sábado (14). O espetáculo é uma adaptação em que as referências medievais da obra de Shakespeare, com seus reinados e bruxas, são atravessadas por questionamentos do mundo contemporâneo.

No texto original, Macbeth é um general que, atiçado pela previsão de misteriosas bruxas, traça um caminho de sangue para chegar ao poder. Uma vez coroado, no entanto, percebe-se num caminho sem volta e cheio de tormentos. A partir da pergunta de quem seriam as bruxas na atualidade, o elenco chegou à criação de seres arquetípicos que levantam questões sobre os padrões de gênero, as novas demandas do feminino e as relações do homem com a natureza. As influências do mundo digital e da internet também vem à tona e justificam a hashtag do título. O espetáculo busca ainda uma ambientação mais familiar ao público, aproximando Macbeth das cores, sensações e atmosferas do cerrado brasileiro.

Hashatag Macbeth explora os temas da ambição e dos limites morais em sintonia com as crises do Brasil recente. O horror e o mistério da obra original aparecem através do clima de ameaça e instabilidade que marcam a política nacional desde 2013. Num universo onde as disputas se dão no terreno do discurso, o florescimento das fake news e dos perfis falsos nas redes sociais lançam o cidadão em confusão. As notícias falsas da internet e os memes do whatsapp promovem informações cruzadas que desorientam e excitam os ânimos. Em Macbeth, é a previsão das bruxas que desperta nas personagens uma comoção e desejo que os levam a atitudes de consequências incontornáveis.

Diz a lenda que a tragédia de Macbeth carrega uma maldição, trazendo má sorte, acidentes e até mortes cada vez que é montada. A crença existe desde a estreia em 1611, quando um ator morreu em cena, esfaqueado por um punhal de verdade. Superstições à parte, o texto é um dos mais violentos de Shakespeare, no qual abundam assassinatos, guerras e traições. Dessa vez, o elenco responsável por encarar a maldição é composto por Ludmyla Marques e Rafael Freitas, acompanhados da diretora Lina Reston, que se divide entre a cena e a direção.

Serviço:

Espetáculo #Macbeth

Dia: 06, 07, 08, 13 e 14 de dezembro

Horário: 20 horas

Local: Teatro Zabriskie

Endereço: Alameda Antônio Martins Borges Q. 89 L. 26, Setor Pedro Ludovico

Ingressos: R$20,00 inteira. R$10,00 meia

Texto/foto: divulgação.


02 dez 2019
Comments: 0

Goiânia recebe a Mostra Sesc de Cinema 2019

Projeto tem por objetivo promover a difusão do circuito cinematográfico brasileiro. Exibição acontecerá de 2 a 14 de dezembro

Filme “Aurora”. Foto: divulgação.

O Sesc Centro recebe, dos dias 2 a 14 de dezembro, a 3ª Mostra Sesc de Cinema. A Mostra tem como objetivo promover a difusão do circuito cinematográfico brasileiro, sendo uma iniciativa de valorização da produção audiovisual no país. Lançada em 2017, conta com representantes de todas as regiões, procurando ampliar o acesso da população a uma filmografia que expresse a diversidade da produção contemporânea.

Na edição de 2019 foram inscritos 1200 filmes, entre curtas, medias e longas-metragens, provenientes de 210 cidades. Deste universo foram selecionadas 42 produções, sendo 10 infanto-juvenis, que compõem o Panorama Brasil.

A entrada é gratuita. Confira a programação aqui.

Informações: (62) 3933-1700 / 1702

Texto: divulgação.