Call us toll free:
Best WP Theme Ever!
Call us toll free:

Um doce de Romena

Romena é paraguaia, nos conhecemos num breve almoço no intervalo de um dia de compras. Ana, Núbia e eu paramos num simpático restaurante e lá veio ela, com um sotaque praticamente abrasileirado e esbanjando simpatia. Romena é garçonete, mas seu sonho era ser jornalista de televisão. Um problema nas amídalas a impediu de prosseguir com o curso.

E você não pensa em atuar em outra área? Não, só me interessa TV e agora não posso forçar muito a voz, respondeu. Uma pena. Romena é bonita, doce, e penso que se adaptaria bem na televisão – com um treinamento que sem dúvida tiraria um pouco da tranqüilidade da paraguaia.

Acho que os cabelos dela são longos, escondidos pelo penteado. Fios longos, pretos e finos. Maquiagem nos olhos, delicadeza nas mãos. Mais um pouco e ela sentaria na nossa mesa. Não, ela não é invasiva ou folgada, longe disso. É serena, traz paz e gosta de servir as pessoas. Ser garçonete é apenas um pedacinho disso, mas tenho certeza de que em casa ela cuida dos irmãos, serve comida para a avó e bebida para o companheiro.

Ela não é do tipo que diz não, mas tem jogo de cintura. Quando contrariada engole parte da fala, no máximo dá um sorriso de Monalisa. Mas não se engane quem imagina que por isso, esse jeito meio Amélia, a impede de pensar, agir e revolucionar. Ela é como Amélia, a que faz pequenas revoluções e em espaços por vezes limitados, e que nos surpreende quando nos damos conta da reviravolta que provocou. Romena é despojada, gentil, com ela – do jeito dela – ninguém pode. E que bom, a doce Romena, tão doce e sutil que também é capaz de envenenar corações afora e batalhar caminhos adentro.

Sorry, the comment form is closed at this time.

Posts Recentes